segunda-feira, 16 de maio de 2011

Padre - Horror Retrofuturista

Padre
Título Original: Priest
Direção: Scott Charles Stewart
Roteiro: Cory Goodman, baseado no manhwa "Priest", de Min-Woo Hyu
Elenco: Paul Bettany, Karl Urban, Cam Gigandet, Maggie Q, Lily Collins, Christopher Plummer
87 minutos

Sinopse: Após longos séculos em luta contra os vampiros, a Igreja Católica assume a luta e a proteção da população, criando uma elite de guerreiros, Os Padres, que tem a missão de exterminar os seres malignos. Após uma longa guerra, que deixou a terra devastada, os vampiros são confinados em reservas e os padres destituídos de suas funções. Esta paz precária contudo está ameaçada.

Quem leu o manhwa (HQ coreana) e tenta comparar com o filme percebe que o roteirista aproveitou quase que só o nome. Aqui vai a primeira recomendação: se leu o manhwa, esqueça qualquer comparação. É literalmente outra coisa.


O filme lembra um western que se passa num futuro pós apocalíptico, dentro da estética retrofuturista que tem ganhado espaço no cinema e na literatura de fantasia e ficção científica. Esta aproximação com o western é o principal mérito do filme, desde o chapéu do principal vilão, do xerife que acompanha o padre, que por sua vez lembra Clint Eastwood sobretudo o pistoleiro sem o nome que aparece em vários filmes).



As cenas de ação e suspense garantem o interesse do filme com uma emocionante luta em cima de um trem, remetendo mais uma vez aos filmes de western, onde os cavalos são substituídos por motos.

As referências não ficam só nos filmes de western. As primeiras cenas, onde aprece uma das cidades grandes controladas pela Igreja, lembram muito Blade Runner com prédios enormes, ruas apinhadas de gente, os anúncios projetados nos prédios e o clima de filme noir. As cidades apinhadas de gente e protegidas por muros gigantescos e separadas entre si por imensos desertos, lembra o filme “Juiz Dredd”.

Os vampiros contudo são muitos diferentes dos vampiros clássicos e dos vampiros água com açúcar pós-Crespúsculo. São monstros horríveis, sem olhos, que habitam cavernas e tem organização tipo colméia, que nos assustam pela feiúra, tamanho, quantidade e agilidade.


O filme funciona bem como filme de ação e não vai decepcionar os fãs deste gênero.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário